close
sonhar-voar

Você já parou para pensar e analisar em quantos pedidos em oração você fez a Deus? Em quantas coisas você planejou e sonhou? Naquele suspiro ao fechar os olhos antes de dormir??? Eu tinha me esquecido de alguns. Na verdade, de vários. Eu sempre fui daquele tipo de adolescente que sonhava acordada. Naqueles tempos, sem telefone celular e intenet, era mais fácil manter certos costumes e um dos que eu tinha, era conviver sozinha, comigo mesma. Eu fechava a porta do meu quarto, ligava o som, pensava, sonhava com o futuro, que para mim era algo muito distante.

Já tive vontade de ser muita coisa. De viajar por esse mundo afora, conhecer várias pessoas e viver uma grande história de amor. Dizem, que toda história de amor só é grande, se for triste, e eu de certa forma hoje, entendi o que o autor quis dizer… Sonhava em ser uma grande profissional e assim, ser reconhecida pelo meu trabalho. Queria ser mãe, uma boa esposa e ainda estar renovada o suficiente para começar tudo de novo. Mas isso nem era a metade.

Acontece, que por mais longe que você esteja de alcançar algo na sua vida, Deus está sempre lá, no cantinho dEle, observando tudo. Nem sempre as coisas saem do jeito que a gente quer e espera, mas mesmo assim, acontecem da forma que Deus permite.

Perdi as contas de quantas vezes eu parei e questionei as coisas que aconteceram em minha vida. Dia desses, conversando com uma amiga, falei pra ela que, apesar do pesares, estou ciente de que por mais difícil que tenha sido, tudo foi válido e por um bem maior. As dificuldades, as perdas, o sofrimento e cada lágrima serviram e muito pra eu me tornar a pessoa que sou hoje. E na sua infinita misericórdia, Deus me manteve aqui, sempre de pé e de cabeça erguida.

O que quero te dizer e encorajar com tudo isso é te perguntar: “Qual foi a última vez que você fez planos em sua vida?”. Muitas das vezes, por diversos motivos e fatores, vamos deixando de lado aquilo que nos impulsiona para frente. Às vezes, pode parecer que falta fé e acreditar que tudo vai passar é utopia, ainda mais quando não se vê sequer uma luz no final do túnel. Quem nunca? Às vezes a gente esquece, deixa passar. Em outras, perdemos até um pouco da nossa identidade.

Mas a palavra de Deus fala que Ele sonda e conhece nossos corações. Sabe dos nossos sonhos e ainda nos dá muito mais além do que pedimos ou pensamos. Que maravilha!!! É bem verdade que devemos nos apegar a isso e viver uma vida de esperança. Mas também sei que nem sempre é fácil crer em dias melhores, ainda quando o céu está bem nublado.

Entendi que cada tropeço deve ser levado em consideração. Afinal de contas, nenhuma folha cai da árvore sem a permissão do Senhor. Eu vivi muitos dias bons, e também, dias ruins. O que aprendi? Talvez o maior ensinamento de todos até hoje: não estou sozinha. Não entendemos o por quê de certas situações, que muitas das vezes, julgamos não merecer, é verdade. Mas para tudo Deus tem um propósito. Sim, apesar de ser uma equação difícil de se entender, o resultado final é sempre esse: aprendizado.

Nós mulheres temos um dom dado por Deus. Somos fortes. Somos guerreiras. Somos resilientes. Viver mesmo diante de situações contrárias e manter-se de pé é uma especialidade nossa. Quem se identifica?

Tudo que vivi nesses 32 anos me ajudaram a ser a pessoa que eu me tornei hoje. E até aceito dizer que, se eu pudesse escolher, passaria por isso mesmo. O propósito de tudo é bem maior. A escada sempre foi longa e os passos sempre fora dados um de cada vez. Firmes e seguros.

Hoje eu ainda tenho muitos planos e o mais engraçado de tudo isso foi perceber que Deus me fez lembrar de sonhos que para mim, estavam perdidos. Eu havia esquecido, mas Ele, não!

Os dias podem não estar sendo fáceis para você. Talvez tenha perdido alguém que você ama, talvez você esteja se sentindo solitária e incapaz, talvez esteja sem vontade de prosseguir. Mas tenha uma certeza: vai passar. E quando esse dia chegar e você olhar para trás, assim como eu estou fazendo agora, vai dizer: “Senhor, muito obrigada. Eu venci”.

 

Compartilhe
Tags : destaqueReflexão;
Renata Vannier

The author Renata Vannier