close

Crianças devem visitar oftalmologista com regularidade

oftalmo

Isso porque a visão das crianças só amadurecem totalmente por volta dos dois anos de idade. Descobri isso dias atrás quando fui ao oftalmologista. Depois do famoso teste de olhinho, feito logo quando a criança nasce, não tinha mais me preocupado em saber se estava tudo bem com a visão dos meus filhotes, já que no primeiro, não apresentara nada fora do comum. Mero engano o meu.

Estou falando sobre isso aqui porque, além de ser um tema de extrema importância, havia prometido que falaria mais sobre a categoria saúde no blog. Fiz posts passados falando sobre dor e a procura foi imensa. Afinal de contas, nosso objetivo aqui é ser útil a todas as mulheres e um dos maiores bens que temos nessa vida é a nossa saúde, não é mesmo?

Imaginei que, assim como eu, muitas mães também possam não entender a importância de se levar as crianças ao oftalmologista. Como eles aparentemente nunca apresentaram nenhum tipo de problema ou dificuldade na hora de fazer as atividades escolares, por exemplo, pensei que não seria necessário né? Afinal, a gente só tem o costume de ir ao médico quando adoece. E era isso o que eu tinha isso na minha mente. Aproveitei e também me consultei. E vou contar o que descobri pra vocês.

Descobri que apesar de não ter nada sério, vou precisar usar óculos. Meio grau em cada olho. Óculos para leitura, ainda mais, porque trabalho o tempo todo na frente de um computador. Então vamos lá!!! Se for pra ter quatro olhos agora, que sejam olhos bem fashions!!! Vou atrás da armação e lentes agora, e é claro, vou mostrar pra vocês minha escolha!

Alice passou por exames, assim como Arthur. Quem nos atendeu foi a Dr. Hévila Rolim, que agora está atendendo em novo endereço meninas! Escolhi a médica porque além de ser uma ótima pessoa, é uma profissional e tanto. Tem um baita de um currículo e ainda atende nossos filhotes em um cantinho todo especial preparado para eles. Duvida? Rs.

Cada detalhe pensando com muito carinho!!! Que mãe não ira gostar? As crianças se sentiram super bem com ela e fizeram todos os exames direitinho!!

Arthur gostou tanto que não queria sair da cadeira!!! Hahahahaha

Pois bem. Graças a Deus, estamos todos bem. Fora o óculos pra leitura que vou usar, Arthur teve que começar a fazer exercícios ortópticos, porque apresentou insuficiência de convergência. A acuidade visual avalia a quantidade de visão e o teste ortóptico é o exame  que verifica a motilidade ocular, ou seja, avalia se existe alguma alteração no movimento dos olhos. Este teste verifica o alinhamento ou desvio dos olhos em todas as posições e se há alterações nos músculos responsáveis pelos movimentos oculares. Esta técnica é capaz de diagnosticar estrabismo (desvio dos olhos) e a insuficiência de convergência. Para o tratamento da insuficiência existem os exercícios ortópticos através de cartões ou aparelhos. A foto acima mostra bem isso. Uma cartela com bolinhas de ambos lados, com cores diferentes. A intenção é fazer com que ele olhe para as bolinhas e junte-as.  A médica me explicou que a dele é bem leve, nada muito pelo qual eu devo me preocupar. Arthur tem que fazer esse exercício toda semana.

A revista Super Interessante publicou recentemente uma matéria falando um pouco sobre a evolução da visão dos bebês em seu primeiro ano de vida. Achei muito top a matéria e se você tem filhos pequenos em casa, dá uma lida.  Você sabia que no útero, eles já enxergam a luz, mas somente com 3 meses é que para eles aparecem as cores e o rosto dos pais? Pois é. Clique aqui e confira a matéria completa.

Olha esse gif criado pelo centro oftalmológico britânico Clinic Compare que demonstra como a visão dos bebês vai se aprimorando, mês a mês, durante o primeiro ano de vida:

 

Baby Eye Development GIF – Baby Eye Development GIF

Vou voltar lá no consultório da especialista para acompanhar essa situação do Arthur de perto. A Dra. Hévila Rolim me explicou que o teste do olhinho deve ser feito até 30 dias de vida, sendo o ideal, até a primeira semana. Nos primeiros dois anos de vida as crianças devem ser levadas ao oftalmopediatra de 6 em 6 meses. Após isso, uma vez ao ano até os 7 / 11 anos. A médica está atendendo no Centro Oftalmológico de Rondônia que fica ali na rua Quintino Bocaiuva, 1549,  no bairro São Cristóvão. Quem quiser agendar, só ligar nos números: 3302-0511 / 99218-8245.

Hévila Rolim é professora do Depto de Medicina da Universidade Federal de Rondônia (UNIR); doutora em Ciências Aplicadas à Cirurgia e à Oftalmologia pela Universidade Federal de Minas Gerais; docente da Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino em Ciências da Saúde, modalidade Mestrado Profissional, da UNIR; coordenadora da Residência Médica em Oftalmologia da Ação Visual Oftalmologia Ltda.

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco (2006). Residência médica em oftalmologia no Instituto de Olhos do Recife (2010) e especialização (fellowship) em  Glaucoma e Catarata e em Catarata  e Glaucoma Pediátricos pela Clínica de Olhos da Santa Casa de Belo Horizonte (2011). Também é membro representante da Região Norte da Sociedade Brasileira de Glaucoma. Membro da Sociedade Brasileira de Oftalmopediatria.

Obrigada por nos atender tão bem!!!

Até mais!

 

 

Compartilhe
Tags : destaquesaúde
Renata Vannier

The author Renata Vannier