close

Alivie a bagagem. Você não precisa carregar tanto peso!

bagagem_thalitadaher-e1455715553148

Uma mulher com um guarda-roupa inteligente perde menos tempo e é mais feliz!

Dia desses deitei em minha cama e fiquei olhando aquele meu guarda-roupas, que apesar de se manter sempre super organizado e limpo, estava abarrotado de coisas. Eram centenas de peças, entre bolsas, sapatos, roupas e acessórios que me faziam sempre pensar: “O que eu vou usar hoje?”.

Sou blogueira e mesmo antes de me tornar uma, já era apaixonada por moda. Me formei em jornalismo e sempre pensei que um dia teria a oportunidade de trabalhar nesse ramo, já que não tive a oportunidade de me graduar nessa área.

Não vou dizer que nunca sonhei em ter um closet só meu, com as mais variadas peças, o que me proporcionariam, é claro, dezenas e dezenas de looks despojados e diferentes. Mas, será que isso, de fato, facilitaria a minha vida? Afinal de contas, a gente sabe que é preciso ter um pouco de conhecimento para andar arrumadinha, né? Precisamos identificar o nosso próprio estilo, o formato do nosso corpo, para saber certinho como valorizá-lo e também entender que certas peças são atemporais, e outras não.

Eu nunca fui apegada às coisas materiais. Quem me conhece bem, sabe que vez ou outra eu pratico a lei do desapego e faço constantes doações. Já cheguei a tirar uma peça do corpo só porque uma amiga me disse: “Ai que linda, me dá?”. Sim, acredite. Mas decidi falar sobre isso para dizer que constatei veracidade em uma frase que minha avó sempre me dizia: “Menos é mais!” E vou explicar por quê.

Quem nunca carregou uma mala imensa cheia de roupas durante uma viagem e percebeu que não usou nem a metade? Isso sempre acontecia comigo. Hoje eu aprendi, baseada no meu estilo, o quanto eu posso me vestir, e me vestir bem, mesmo que com poucas peças. Basta somente eu saber o que me valoriza, o que me cai bem e programar combinações. Na maioria das vezes, os acessórios é que fazem toda a diferença!

Outra coisa que tenho feito é usar looks monocromáticos, aqueles que são praticamente inteiros, de uma cor só. Isso, além de me alongar, me faz ganhar tempo na hora da escolha do look. E engana-se quem pensa que só fica bom nas cores preto e branco. Também funcionam com peças bem coloridas.

revistapontom1

Percebi que podia investir menos tempo e esforço nas produções. Você sabia que, no geral, as mulheres perdem cerca de 17 minutos para se vestir pela manhã? E não importa se é para o trabalho, para um passeio no shopping ou até mesmo para a academia. O tempo dedicado a isso é universal, de acordo com um estudo publicado por uma rede de lojas inglesa. Para você ter ideia, cerca de 62% das mulheres têm acessos de raiva quando procuram o que vestir antes de sair de casa.

Isso é tão sério, que chega a alterar o nosso humor, não é verdade? Eu mesma já cansei de sair atrasada de casa e de mau humor por ter trocado de roupa por diversas vezes. Vai por mim. Essa “luta” contra o guarda-roupa nos prejudica mais do que imagina.

Eu, no auge dos meus 32 anos, com dois filhos pequenos (e solteira), trabalhando fora, com uma casa pra cuidar, com o blog, com meus projetos de vida, percebi que poderia despender mais tempo com coisas que são realmente importantes e necessárias em minha vida, colocando em prática algumas ideias relativamente simples.

Eu sei que é um processo e que nem sempre é tão fácil. Hoje penso mais na hora de comprar, consequentemente, gasto menos e sou mais prática na hora de me vestir. Eu ganhei tempo, economizei dinheiro e ainda fiz algumas pessoas felizes. Quando a gente faz o bem ao próximo, a gente faz mais bem a nós mesmos. Desapegue-se. Alivie a sua bagagem. Você não precisa carregar tanto peso.

Beijo.

Compartilhe
Tags : destaqueReflexão;
Renata Vannier

The author Renata Vannier