close

Responsabilidade Social

Influenciadoras digitais unem-se à OAB/RO na campanha ‘16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher’

Influenciadoras-42

Trabalhar para defender os direitos da sociedade, esse é um dos lemas da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO), que participa do movimento mundial ‘16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher’. Nesta semana, a Seccional ganhou um reforço de peso. As influenciadoras digitais Janaína Britto, Ariany Rollim, Renata Vannier, Thaís Lourenzzo, Valquíria Rauber, Emilli Sousa e a advogada Debora Honorato juntaram-se à entidade com o objetivo de promover o debate, denunciar as várias formas de violência e destacar o crescimento das políticas públicas de amparo e prevenção das vítimas.

O movimento ‘16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher’ é realizado anualmente de 25 de novembro – Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres – a 10 de dezembro – Dia Internacional dos Direitos Humanos.

“A OAB, enquanto entidade que representa o cidadão e a cidadania, não pode tolerar a prática repulsiva da violência que vitima milhares de mulheres todos os dias. As mulheres têm vencido diariamente as barreiras profissionais e de preconceitos, mas ainda há muito que se fazer para mudarmos o cenário preocupante do índice de violência contra a mulher”.

Ariany, Valquíria, Renata e Emilli juntaram-se à campanha da OAB/RO

A vice-presidente da Seccional, Maracélia Oliveira, pontua que a Seccional tem sido protagonista em todas as ações e políticas de tratamento isonômico entre mulheres e homens. “Isso seguramente passa pelo combate à violência doméstica, uma vil realidade que coloca o Brasil no quinto lugar entre os países que mais matam mulheres”, assevera.

Segundo a presidente da Comissão da Mulher Advogada (OAB Mulher), Renata Fabris, a missão da comissão é ajudar na promoção de melhor qualidade de vida da mulher, na família e na sociedade. “A vida nem sempre é um conto de fadas. Nenhuma mulher é imune à violência. Mas temos que nos unir a esta campanha, para enfrentarmos essa triste realidade”.

Para Ariany, a violência contra a mulher ainda é um tabu na sociedade. “O pior é que ela acontece das mais diversas formas, incluindo psicologicamente, e diferentes classes sociais”. Janaína comenta sobre a importância de se debater o assunto. “Infelizmente, a violência contra a mulher acontece em qualquer lugar e as mulheres precisam ter coragem para falar e lutar contra isso”.

Janaína, Ariany, Renata e Thaís posaram maquiadas para a campanha

Durante os 16 dias de ativismo, a OAB/RO utiliza seus canais de comunicação para orientar a população sobre as diversas formas de violência contra as mulheres, incentivando a denúncia de agressões e o combate à violência, que podem ser feitos por meio do telefone 180.

Sobre a campanha
Em 1991, 23 mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (Center for Women’s Global Leadership – CWGL), lançaram a campanha dos 16 dias de ativismo, com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo. As participantes escolheram um período de significativas datas históricas, marcos de luta das mulheres, iniciando a abertura da campanha no dia 25 de novembro – declarado pelo I Encontro Feminista da América Latina e Caribe (em 1981) como o dia Internacional de Não Violência Contra as Mulheres.

“Hoje as mulheres denunciam muito mais do que antigamente, por causa de campanhas como essa. Existe um amparo. Existe um para aonde ir depois disso tudo. Também é importante dizer que é fácil julgar quando se está de fora, mas muitas mulheres são prisioneiras dessa situação”, salienta Emilli.

Confira mais fotos clicando aqui.

*Produção: Soma Comunicação;
*Maquiagem: Mike Oliveira

Leia mais

#VerãoPelado conscientiza a população sobre a produção excessiva de embalagens

LUSH – Campanha #verãopelado – Créditos CLUBE LAMBADA (4)

Campanha convida o público para uma mudança de atitude e apresenta produtos pelados, livres de embalagens

Lush

Você já parou para pensar no quanto a indústria de cosméticos produz de lixo? Sabia que em 2015, apenas o mercado de shampoo e condicionador global movimentou quase US$ 35 bilhões? E que Brasília tem o maior lixão da América Latina? O Brasil produz em média 387 quilos de resíduos por habitante por ano. Se somássemos a quantidade de entulho e de lixo hospitalar abandonados nas ruas das cidades brasileiras, o volume total equivaleria a 1.450 estádios do Maracanã. Assustador não? Esses são alguns dados que a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública revelou em 2016.

Por acreditar que embalagens acrescentam um custo de marketing desnecessário ao consumidor e causam um grande impacto negativo no planeta, a campanha #verãopelado será lançada neste mês pela LUSH Brasil para trazer este assunto à tona, especialmente durante o período de festividades de verão.

Lush

A Lush foi a primeira marca de cosméticos global a trazer uma revolução sobre este tema na indústria, já que há mais de 20 anos criou os produtos chamados “pelados”, ou seja, sem embalagem alguma. Hoje, estes itens representam cerca de 35% da gama de produtos da marca, entre shampoos e condicionadores sólidos, barras de massagem, bombas de sal de banho, sabonetes para o corpo e rosto, esfoliantes corporais e espumas de banho, e estão entre os listados entre os mais vendidos no mundo inteiro. Por serem sólidos, os produtos têm 100% de aproveitamento, duram mais, dispensam o uso de embalagens e são autoconservantes. Além disso, contém ingredientes naturais e frescos, ricos óleos essenciais e fragrâncias de alta qualidade.

De janeiro de 2015 a janeiro de 2016, só as vendas globais dos shampoos sólidos evitaram a criação de 15.890.925 frascos plásticos. Cada um deles dura até 80 lavagens – cerca de três vezes mais que um frasco de 200ml de shampoo, – ou seja, cada shampoo sólido evita o desperdício de três embalagens plásticas convencionais.

Lush

A Lush acredita, ainda, que o atendimento customizado é uma das melhores práticas ambientais. Por isso, os funcionários da marca são treinados para oferecer uma consulta personalizada. Durante o seu atendimento, cada pessoa compartilha suas necessidades individuais e conta como gostaria de sentir a pele e cabelo, por exemplo. Dessa forma, o produto que mais se adequa a estas necessidades, será indicado. Essa é uma experiência diferente do que costumamos vivenciar, que são longos corredores e prateleiras infinitas, com produtos que utilizam suas embalagens plásticas para explicar, em poucas palavras, o que devemos saber sobre esse cosmético.

Segundo Mark Constantine, co-fundador da Lush: “Embalagem é lixo e por muito tempo tivemos e teremos que sofrer com as quantidades excessivas dele. Agora que os verdadeiros custos financeiros e ambientais estão se tornando óbvios, os clientes estão desafiando os fabricantes e varejistas a se reinventarem. Empresas como a nossa precisam pensar fora da caixa e apresentar aos clientes inovações que lhes permitem comprar produtos verdadeiramente nus”.

Lush

Para a realização da campanha #verãopelado, funcionários da marca de diferentes perfis e digital influencers, que apoiam a causa, foram fotografados completamente nus, usando apenas os produtos pelados. Sem embalagem e roupa alguma, os cliques resultaram em uma campanha impactante, divertida e sem rótulos.

A campanha terá uma série de ativações ao longo do mês. No dia 04 de fevereiro, sábado, vendedores das lojas Lush estarão vestidos apenas com aventais pretos que levam a frase “Pergunte-me por que estou pelado”, convidando os clientes para discussões sobre o tema. Os funcionários ativistas pelados estarão presentes também em alguns blocos de Carnaval, manifestando sua causa e sugerindo que o público mude de atitude neste verão. Nestas ocasiões, serão distribuídos cartões feitos com papel semente, direcionando as pessoas para uma página no site que apresenta uma série de artigos a respeito do tema: br.lush.com/veraopelado

Lush

E então, o que acha de começar a reduzir o lixo hoje mesmo?

Compartilhe suas ideias para um verão mais sustentável utilizado #verãopelado.

Leia mais sobre em:

https://br.lush.com/article/olhe-so-nossos-meloes

https://br.lush.com/article/embalagem-e-lixo

https://br.lush.com/article/corte-embalagem

https://br.lush.com/article/pelada-para-vida

https://br.lush.com/article/todo-esse-glitter

https://br.lush.com/article/revolucao-dos-pelados

Sobre a LUSH

Desde a sua fundação, há 21 anos, a Lush é dirigida por inovação e ética. Pioneiros na criação de produtos como as bombas de sal de banho efervescentes, gelatinas de banho e shampoo sólido, a Lush tem preferência por ingredientes frescos, como frutas e vegetais orgânicos. A Lush luta ativamente pelo fim dos testes em animais e tem um departamento completo de Compras Éticas, que dá suporte à prática de Comércio Justo e pequenas comunidades. A Lush é líder no combate ao excesso de embalagens na indústria de cosméticos, e já realizou diversas campanhas públicas a respeito, além de oferecer produtos que são vendidos “pelados”, ou seja, sem nenhuma embalagem. A Lush Digital contribui e faz parte de uma comunidade open source de software, esforçando-se para garantir que o uso de hardware obtido eticamente e assume uma forte posição ética sobre como os dados devem ser utilizados e que o controle de privacidade deve ser devolvido ao usuário. A Lush ganhou o prêmio RSPCA de boas práticas em negócios em 2006, 2007 e 2009, e também o prêmio PETA Trailblazer de bem-estar animal. Os co-fundadores Mark e Mo Constantine foram condecorados OBEs na lista honoraria de 2010.

A LUSH foi ganhadora do prêmio “Best in Business” na cerimônia “Observer Ethical Award” de 2014 e considerada a marca de varejo mais ética no Congresso Mundial de Varejo em 2016 tanto as lojas quanto o site são frequentemente colocados no topo da lista da pesquisa com consumidores da revista Which?. Atualmente a LUSH opera em 47 países, com 932 lojas, 38 lojas virtuais que enviam internacionalmente e uma rede global de aplicativos, canais de notícias e comunidades digitais em mais de 30 idiomas. www.lush.com

E-commerce: www.lush.com.br

Instagram: https://www.instagram.com/lushbrasil/

Facebook: https://www.facebook.com/lushbrasil

Snapchat: lush.brasil

Autor: Assessoria

Leia mais

Backstage: Campanha Outubro Rosa

sdsgsdv

Oie genteee!!! Como vão de domingo???

Faz tempo que queria postar aqui sobre a campanha do Outubro Rosa que fiz mês passado para a Comepi aqui em Rondônia. Fizemos umas fotos no estúdio da minha amiga Rafaela Melo, mas antes disso, garanti uma maquiagem top das galáxias com a Polyana Galvão, é claro! A Poly sempre me atende muito bem e além de profissional de excelência, é um amor de pessoa. #ficaadica !

14650599_1108696832554913_2318780748183803003_n

Para permitir montagens, escolhi usar uma blusa branca e combinei com uma calça jeans destroyed, que eu sempre uso…rs. Para “quebrar” toda aquela falta de cor, optei um um scarpin pink (que eu também não tiro do pé) da Arezzo.

Foram vários cliques. Queria colocar o laço símbolo da campanha na camisa ou na mão mesmo. Este último foi montagem, já que eu mesma fiz o lacinho com fita de cetim. Vamos ver as fotos cruas !

img_8418

img_8424

img_8413

No final das contas, acabei usando a do laço na mão. Achei que ficaria mais natural e realmente ficou.

Agora, vamos ver como ficou depois, já editada e com a arte!

sdsgsdv

Depois acabei usando para um card do TPM também!

14642028_1112420825515847_216715039767114748_n

Amei ter participado. Um agradecimento especial a todos os parceiros.

Nós mulheres devemos sempre lembrar que a nossa saúde deve vir sempre em primeiro lugar. Infelizmente, dados revelam que o Brasil espera mais de 57 mil novos casos de câncer de mama em 2016. Não faça parte desta estatística. Faça o autoexame.

Beijos!!!

? ? ?

Leia mais