close

75% dos rondonienses sofrem de algum tipo de dor de cabeça

4445

É um dado assustador, mas é verdade. Descobri isso quando fui semana passada à Center Plástica aqui em Porto Velho, para um bate papo descontraído com o Dr. Gabriel Moreira, membro da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor.

Durante o bate papo gravamos para o programa Construshow, da minha amiga e jornalista Antônia Lima. Nós, juntamente com Angelita Lima e a Rafaela Melo, que ultimamente tem sofrido com constantes dores de cabeça, tiramos todas as nossas dúvidas sobre o tema.

7fdee447-e950-468a-9487-422fc6e2497f

Eu achei o tema tão interessante, que pedi autorização da minha amiga para relatar o caso da dela aqui no blog, assim como todo o seu tratamento. Segunda-feira a Rafa teve uma crise de enxaqueca tão forte, mas tão forte, que nem o tramal e nem qualquer outro remédio fez efeito algum, nem minimizou. Fui com ela à Unidade de Pronto Atendimento da zona Sul e de lá, a médica a encaminhou para o João Paulo II. Ela só veio melhorar hoje de manhã, e graças a Deus, teve alta. Para nossa alegria, ela começa o seu tratamento.

ee6c0d03-5763-4803-85dc-0c6a1d3e928a

As vezes nós sentimos dores e nem sabemos como e por que ela chegou, não é verdade? Mas uma coisa que eu já desconfiava (e que eu e todas nós confirmamos com o médico) é que a dor também está relacionada ao nosso estado emocional, acredita? E não só a isso, mas também à nossa alimentação e estilo de vida.

Vamos hoje para a primeira consulta e tudo que for interessante, vou anotando aqui. Como uma boa jornalista e curiosa que sou, vou logo é fazer uma entrevista exclusiva com ele…kkk.

6f035620-e692-44ef-b943-0d67339ed800

Vamos que vamos! Bom dia para vocês!!!

Beijo.

Compartilhe
Tags : destaqueDorsaúde
Renata Vannier

The author Renata Vannier